13 janeiro, 2013

Lia, por que você parou de responder às perguntas?


Resposta para todos: Olá queridos. Muitas coisas aconteceram ao longo dos últimos meses e infelizmente não pude mais continuar com esse trabalho, que eu gostava bastante. Mesmo assim, por ora, o blog ainda será mantido e as muitas perguntas que foram respondidas ainda continuarão visíveis pois, se o tempo passa, o que é correto não muda, jamais. Podem mudar os costumes, os hábitos, mas as atitudes corretas sempre permanecerão as mesmas.

Agradeço a todos que me acompanharam durante o pouco tempo em que pude contribuir sanando as dúvidas de diversas pessoas, tentando mostrar a elas o caminho a ser seguido. Claro, a opção final será sempre delas, pois os conselhos dados jamais podem ser encarados como ordens a serem seguidas, mas unicamente como mais uma opção de atitude a tomar frente a um problema. Infelizmente, ninguém aprende com os acertos, mas somente com os erros. Esses sim, é que podem ser considerados fontes de aprendizado. É assim que a vida funciona.

Procure sempre responder com calma e inteligência todas as perguntas que a vida lhe fizer. Tudo na sua vida pode ser traduzido em forma de uma pergunta e seu destino será traçado pelas respostas que você der. Boa sorte a todos.

Lia.

03 abril, 2012

Gosto de engolir o sêmen de meu namorado. Gostaria de saber se faz mal ou se existe risco de engravidar fazendo isso.

Resposta para Carla Cristina: Olá Carla. Como ele é seu namorado e teoricamente deve existir uma fidelidade entre vocês, não há problema nenhum em você engolir o sêmen dele, contanto que isso lhe faça sentir-se bem. Jamais faça isso contra sua vontade, somente para agradá-lo. Numa relação sexual, ambos devem fazer o que gostam, buscando o prazer próprio. O prazer do parceiro ocorre naturalmente, sem que seja preciso uma das partes se esforçar para agradá-lo. Quando o homem ou a mulher precisa se esforçar para agradar o outro durante uma relação sexual, é sinal que algo não anda bem ou que está existindo uma incompatibilidade muito grande entre o casal. Tanto o homem como a mulher devem satisfazer o outro naturalmente, de forma espontânea, sem que haja esforço para isso ou atitudes realizadas contra a vontade. Claro, você pode dar a entender a ele que gosta de algo, e se ele gostar também, ele fará espontâneamente, também sentindo prazer em fazer esse algo que você gosta. Dessa forma o prazer se torna mútuo e ambos saem satisfeitos. O problema em engolir o sêmen se manifesta quando não existe fidelidade entre o casal ou quando o homem possui variadas parceiras, pois nesse caso passa teoricamente a existir o risco de transmissão de doenças através do sêmen engolido, caso o homem não tome os cuidados preventivos em suas relações. Se você confia no seu namorado, engula tudo o que quiser e seja feliz. Tenho certeza absoluta que ele se sentirá mais feliz ainda. Quanto ao risco de engravidar fazendo isso, ele não existe, pois o sêmen engolido vai para o estômago e não para a vagina, e do estômago não consegue ir até a vagina. Para que você engravide, o sêmen deve ser lançado em sua vagina e de lá percorrer o trajeto até o seu útero. Por via oral é impossível que isso ocorra, pois o sistema digestivo não têm ligação com o sistema reprodutor. Pode engolir sem medo.

Seu Link Legal é (aguarde)

02 abril, 2012

Estou fazendo cursinho e não sei ainda por qual profissão optar. Como deve ser feita essa escolha?

Resposta para Carla Cristina: Carla, hoje em dia são dois fatores que devem nortear a escolha de uma profissão. O primeiro fator é, sem dúvida, a compatibilidade entre você e a profissão escolhida, ou seja, você deve gostar da profissão e sentir-se bem trabalhando nela. De nada adianta, por exemplo, você adorar informática, gostar de computadores, odiar ver sangue e optar pela enfermagem ou medicina. A profissão escolhida deve condizer com suas preferências, com o que você gosta de fazer. O segundo fator que deve ser levado em conta é a rentabilidade da profissão, ou seja, você precisa ganhar dinheiro com a sua profissão, senão vai trabalhar para que? Todos nós precisamos nos manter, nos sustentar, precisamos de roupas, alimentos, abrigo, temos dezenas de despesas mensalmente, tais como água, luz, telefone, impostos diversos e o dinheiro para pagarmos todas essas coisas deve vir da profissão escolhida. De nada adianta você optar por uma profissão que não lhe trará retorno financeiro, pois serão anos de estudo perdidos. Claro que para avaliar esse retorno financeiro você deve levar em conta vários fatores, inclusive se existe saturação de profissionais da área escolhida na localidade onde você pretende trabalhar. Então, resumindo, a escolha da profissão deve ser feita levando-se em conta esses dois aspectos: Deve ser algo que você goste de fazer e também deve ser algo que proporcione retorno financeiro. No caso de você gostar de algo que sabe que não vai lhe proporcionar retorno financeiro, e mesmo assim quiser seguir esse rumo, avalie a possibilidade de ter uma outra profissão paralela ou um outro negócio que lhe faça ganhar dinheiro. Dessa forma você pode exercer a profissão que gosta e ter seus rendimentos, provenientes de outra área. Boa sorte.

Seu Link Legal é (aguarde)

06 março, 2012

Quando me casei, meu marido era bonito e atlético. Hoje é gordo e barrigudo. Não tenho mais tezão nele. Posso trair sem culpa?

Resposta para Ana Luíza: Pergunta complicada, hein Ana Luíza? Lendo seu relato, percebo que você tem razão em vários pontos e não tem razão em alguns outros. Primeiramente, perceba que traição sem culpa é algo incompatível. Se é uma traição, como o próprio nome diz, fica claro que é algo ilícito e, sendo assim, a culpa é uma consequência natural. Para trair sem culpa, você precisa de razões que façam esse algo inicialmente ilícito, que é a traição, ser perfeitamente justificado e embasado em razões lógicas e coerentes. E isso é algo muito subjetivo, pois cada um pode encontrar suas razões lógicas, mesmo que na verdade não sejam tão coerentes e verdadeiras. É necessário um bom discernimento da situação, tomado de forma imparcial, o que poucas pessoas têm a capacidade de fazer. Não vou te dizer se você pode ou não trair, isso é uma decisão sua, mas vou te mostrar alguns aspectos que você deve levar em conta antes de tomar sua decisão. Fique atenta para o fato de que uma única atitude, certa ou errada, pode por fim a toda uma vida. Vamos lá: 1- Você diz que quando se casou seu marido era bonito e atlético e hoje é gordo e barrigudo. Tudo bem, mas perceba que ninguém será eternamente bonito e atlético. Os anos passam, a idade avança e inevitavelmente, se chegarmos lá, todos nós sofreremos os efeitos da velhice e a beleza da juventude fatalmente irá embora. Aconteceu com seu marido, vai acontecer comigo e com você. Veja o exemplo da atriz Brigitte Bardot. Absolutamente linda e maravilhosa quando jovem e irreconhecível depois de certa idade. O que podemos fazer é retardar o processo de envelhecimento, através de cuidados com o nosso corpo. Geralmente funciona. 2- Se o seu marido não se cuida, está obeso e não consegue mais lhe satisfazer na cama, você não pode sofrer as consequências e pagar por um desleixo alheio, pois você tem o direito de gozar de uma vida sexual plena, da maneira que lhe faça sentir-se bem. O passo inicial é ter uma conversa muito franca com ele, falar de suas necessidades e dar a ele uma chance de melhorar, seja perdendo peso e melhorando seu aspecto físico, seja colocando uma prótese peniana, caso ele tenha dificuldades de ereção que não possa ser contornada por medicamentos. Converse com ele e exponha sua situação. Não exija melhoras imediatas, pois isso não existe. Tudo é gradual. Se depois de um tempo ele ainda continuar desleixado, por preguiça ou indiferença, a situação deve ser repensada. Obs: existem várias clínicas, de renome, que tratam toda a gama de distúrbios sexuais, com excelentes resultados. 3- A traição, quando descoberta, na grande maioria dos casos promove o fim do relacionamento do casal. E esse fim implica em uma mudança radical de vida, da água para o vinho, ou do vinho para a água, conforme o caso. Quem trái deve estar preparado para o caso dessa situação ocorrer e ter em mente exatamente os passos que serão seguidos no caso de ser descoberto. Deve também prever a reação do parceiro. Muitos casos de traição acabam virando casos policiais e o arrependimento não ameniza a situação. 4- Existem várias pessoas, homens e mulheres, que amam seus parceiros, vivem bem com eles e os filhos, e ao mesmo tempo levam uma vida sexual intensa tendo outros parceiros fora do casamento. Geralmente ou optam pela traição ou pela prática do swing. Preferem ter esse estilo de vida e continuar com seu parceiro do que colocar um fim definitivo na relação. Uma traição, tanto pode contribuir para a manutenção de um casamento como também para o seu fim. É uma faca de dois gumes, perigosa, que traz consequências totalmente imprevisíveis. Bem Ana, é isso aí. Se a vida é unicamente sua, igualmente a decisão também deve ser unicamente sua. Tudo é questão de ponderar, de colocar as coisas na balança. Faça isso! Coloque todos os prós de um lado, todos os contras de outro, e veja o lado que pesa mais. Você é uma pessoa inteligente, saberá tomar a decisão correta, levando em conta o que é bom para você, fazendo pesar todas as coisas importantes, entre elas o seu direito de usufruir de seu corpo e a preservação de sua família e seus entes queridos. Boa sorte!

Seu Link Legal é (aguarde)

29 fevereiro, 2012

Estou desanimada. Tudo dá errado na minha vida, nada é do jeito que eu gostaria que fosse. Por que é assim?

Resposta para Sandra Aurélia: Sandra, o que está acontecendo com você também acontece com milhões de pessoas. Parece que a gente entra um círculo vicioso onde uma coisa errada que acontece faz outra coisa errada acontecer e assim por diante, sem parar. Quando nos percebemos, estamos envolvidos num universo pesado e sombrio, onde tudo de ruim acontece, e não sabemos como fugir dessa situação. Pois bem, o que vou te falar agora pode parecer ser um clichê, uma resposta padrão que todo mundo dá, mas acredite que é algo eficiente e que funciona. As coisas ruins ou boas acontecem na sua vida porque você, talvez de maneira inconsciente, atrái essas coisas para o seu mundo. Para sair dessa situação é necessária uma mudança forte de atitude e posicionamento mental. Vou te explicar melhor: Você atrái para você e para sua vida absolutamente tudo o que desejar, e o que não desejar também, de acordo com o seu padrão de pensamento. O seu padrão de pensamento, as coisas nas quais você pensa, os sentimentos que são emanados pela sua mente, são os responsáveis por atrair para você tudo o que acontece na sua vida, seja bom ou seja ruim. Nesse aspecto a sorte conta muito pouco, pois o seu destino é traçado de acordo com os seus pensamentos. Funciona mais ou menos assim: você pensa e vive o sucesso em seu dia-a-dia, você atrái o sucesso. Você pensa e vive o fracasso em seu dia-a-dia, você atrái o fracasso. E quanto mais forte e intensamente você pensar em algo, mais rápido atrairá essa coisa até você. Você pode dizer que não pensa no fracasso, mas mesmo assim as coisas ruins acontecem na sua vida. Perceba que não necessariamente você precisa ficar pensando no fracasso acontecendo na sua vida para que ele se manifeste. Uma atitude ou uma postura de pessoa fracassada já é suficiente para dizer para o destino como ele deve se manifestar para você. Se você vive reclamando de tudo, o próprio fato de, ao reclamar, já estar deixando as notícias ruins ficarem perto de você, fará com que elas se estabeleçam e permaneçam sempre. Você precisa de uma mudança radical de postura, de pensamentos, de atitudes. Saia desse universo de pensamentos onde vive e imagine um universo somente de coisas boas, onde tudo de bom acontece, onde o sucesso insiste em lhe procurar. Imagine um universo onde tudo de bom e maravilhoso acontece e entre nesse universo, acostume-se com ele, passe a morar dentro dele e diga para você mesma que jamais vai sair dele. Pense somente em coisas boas, pense somente no sucesso, todo dia, toda hora. Durma pensando que as coisas boas que você deseja estão ao seu caminho. Acorde pensando que elas estão chegando e passe o dia pensando que a cada minuto elas estão mais próximas. Arrisque-se até a pensar que elas já estão acontecendo na sua vida, e depois sinta como se elas já estivessem acontecido. Isso vai atrair bons fluidos para você e essas coisas boas que vão passar a tomar conta de seus pensamentos inevitavelmente vão acontecer, não duvide! Fiz aqui apenas um breve resumo de como deve ser sua atitude mental, no que você deve e não deve pensar, mas o assunto é um pouco mais amplo do que isso. Recomendo que você compre um DVD chamado "O Segredo". É um documentário, muito bem elaborado, com opção de ser assistido dublado em português, que já mudou a vida de milhões de pessoas e que também vai mudar a sua. Assista e tenho a absoluta certeza de que não se arrependerá. Sua vida vai mudar, acredite!

Seu Link Legal é (aguarde)

28 fevereiro, 2012

Por que existem tantas religiões no mundo? É possível duas religiões distintas estarem corretas?

Resposta para Marco Aurélio: Realmente Marco Aurélio, o número de diferentes religiões que temos é algo assustador. São inúmeras as religiões existentes, cada qual com sua filosofia e suas crenças particulares. Algumas são totalmente opostas às outras, algumas são semelhantes em alguns aspectos, mas todas elas são únicas e apresentam suas particularidades. É como se tivéssemos várias versões para um fato que ocorreu, é como se várias pessoas assistissem a um filme e depois de alguns anos contassem para quem não assistiu o que viram. Algumas poderiam contar exatamente como foi o filme que assistiram enquanto que outras poderiam mesclar fatos verdadeiros com fatos provenientes de sua imaginação. Teríamos ainda pessoas que, talvez por terem esquecido o que viram, contariam uma história totalmente diferente do filme assistido, fantasiando tudo e inventado coisas que não ocorreram. Mas uma coisa é certa, todas essas pessoas contariam algum tipo de história referente ao filme e teriam muitas outras que nelas iriam acreditar. Sejam as histórias verdadeiras ou falsas, com as religiões ocorre exatamente a mesma coisa. Alguém conta uma história sobre Deus, tenta explicar de onde viemos, para onde vamos e o que podemos e não podemos fazer aqui na Terra. E a partir daí, vão existir pessoas que ouvirão essa história e que poderão se identificar com ela, passando a ser seguidores dessa religião. Eu mesma posso inventar uma historinha bacana sobre esses assuntos e fundar a minha religião. Tenho absoluta certeza que terei muitos seguidores mundo afora. Claro que não farei isso, mas sempre estão surgindo pessoas fazendo isso e arrebatando seguidores. O ser humano é uma pessoa muito influenciável e sente a necessidade de suprir a carência do seu lado espiritual, que pode ser considerada nativa. Junte-se a isso o fato que ao se ligar a certa religião, também terá suprida a sua carência social, participando de encontros e festas de sua comunidade religiosa, está explicado o porquê de existirem tantas religiões e tantos adeptos por aí e por todos os cantos. Agora, se é possível duas religiões distintas estarem corretas, afirmo seguramente que não! Voltando à história do filme, contada anteriormente, o filme foi um só e foi mostrado de uma maneira única e clara. O que se viu foi o que aconteceu e não houveram outras versões do mesmo filme. Se depois de alguns anos alguém relata exatamente o que se passou no filme, isso está correto. Qualquer outra variação no relato já se torna algo falso, pois estará contando fatos que não ocorreram ou distorcendo fatos que ocorreram. Não há como dois relatos distintos estarem certos. Se são diferentes, ou os dois estão errados ou somente um está correto, mas nunca os dois corretos, pois são diferentes. Com as religiões ocorre exatamente a mesma coisa. Desse monte de religiões que temos, descartando a possibilidade de todas estarem erradas, somente uma é correta! Cabe a você se decidir por uma, aquela que achar ser a certa. Não é tiro no escuro. Você pode fazer a sua decisão com conhecimento e prudência. Não é porque grande parte das religiões se apegam à Bíblia que podem ser consideradas semelhantes. Cada religião é uma filosofia diferente das outras e somente uma, dentre todas as existentes, é correta e responde com exatidão as perguntas básicas do ser humano: Quem somos, para onde vamos e o que fazemos aqui. Boa sorte.

Seu Link Legal é (aguarde)

19 fevereiro, 2012

Terminei o namoro com meu namorado e estou gostando de uma garota. Meu namorado quer voltar e eu não sinto mais nada por ele. Meus pais não ...

Terminei o namoro com meu namorado e estou gostando de uma garota. Meu namorado quer voltar e eu não sinto mais nada por ele. Meus pais não me aceitariam como uma pessoa bissexual. Como seguir minha vida?

Resposta para Joyce: Joyce, vamos por partes, falando separadamente sobre cada assunto que você mencionou em seu email. Os problemas não devem ser tratados todos conjuntamente, pois dessa forma eles crescem e fica difícil assumirmos o controle. Tratando cada problema isoladamente, conseguimos de uma forma racional resolver todos eles e, ao final, aquele conjunto de problemas que tínhamos anteriormente passa a não mais existir. Vamos lá: 1- Fim do seu namoro: você não é obrigada e nem deve continuar namorando uma pessoa da qual você não gosta mais. Pelo que percebi, embora ele demonstre gostar de você, ele é uma pessoa imatura que anda fazendo chantagem emocional para que você volte com ele. É uma situação delicada. Caso ele te procure novamente, explique a ele os seus sentimentos e ofereça a ele uma amizade sincera, com a qual ele vai poder sempre contar. Faça com que ele perceba que será mais vantajoso para ele ter você como uma grande amiga, sincera e de quem ele poderá sempre ter o apoio, do que tê-la como uma namorada que não sente o amor que ele merece de alguém. Se quiser se distanciar dele e não quer magoá-lo, o segredo é ir fazendo isso pouco a pouco, deixando que o tempo se encarregue de cicatrizar as feridas. 2- Você gostar de mulheres: embora o bissexualismo masculino seja algo mais chocante, o bissexualismo feminino é algo mais leve e muito mais comum do que você imagina. Não confunda ser uma mulher bissexual com ser uma mulher homossexual. Mulheres bissexuais são mulheres perfeitamente normais, super femininas, a grande maioria casada e felizes com seus maridos, mas que também curtem outras mulheres, além de serem apaixonadas por homens, claro. Não vejo mal nenhum nisso e posso afirmar seguramente que muitos homens adorariam ter uma mulher bissexual como sua companheira. Se você sente atração por outras mulheres, não se culpe. E se essa atração for recíproca, nada mais natural que vocês se relacionem, sem culpa, sem medo. O que é correto é o nosso sentimento, é buscarmos a nossa felicidade. Isso sim é o certo e não as convenções sociais que todo mundo gosta de fingir que obedece. 3- Você assumir sua bissexualidade: quem disse que você precisa assumir isso? Geralmente, a bissexualidade não é assumida pelas pessoas, ela é apenas uma preferência íntima, tal como uma pessoa gostar de brinquedos eróticos ou não e, sendo uma coisa íntima, ninguém precisa saber disso. Entendo que a homossexualidade, quando não assumida, pode prejudicar a vida da pessoa, limitando e restringindo suas atitudes e o modo dela levar a vida com a liberdade que gostaria, mas com a bissexualidade não é assim. Você pode muito bem se apaixonar por um rapaz, começar a namorá-lo e ele adorar a idéia de você ser bissexual. Enquanto isso, nada impede que você coloque outra mulher no relacionamento de vocês, se ele e ela assim consentirem. Caso haja resistência por parte dele ou caso ele não aceite, pondere entre continuar o namoro com ele, terminar o relacionamento ou buscar um meio termo, mas de forma limpa, sempre almejando a sua felicidade e o seu bem-estar, mas sem magoar as pessoas que confiam em você. Caso não esteja namorando e queria ficar com alguma amiga sua, se o sentimento for recíproco, vá em frente e perceba que ninguém além de você e ela precisam saber disso. Quando você se tornar independente, principalmente no aspecto financeiro, se desejar e se isso lhe fizer sentir-se bem, pode dar a conhecer para todas as pessoas que é bissexual e ninguém vai poder de forma alguma criticar, pois quem estará pagando suas contas será você. Finalizando, perceba que a única regra que vale para a vida é sermos felizes, independentemente da sociedade, da família ou seja de quem for. Se não estamos prejudicando ninguém, tudo o que fizermos em prol da nossa felicidade é e será sempre válido.

Seu Link Legal é (aguarde)

14 fevereiro, 2012

Meu filho tem 12 anos e quer entrar para uma academia de arte marcial. Isso é bom? Qual arte ele deve escolher?

Resposta para Joelma: Não há nenhuma sombra de dúvida que a prática de esportes é sempre benéfica para o organismo, desde que não haja nenhuma contraindicação médica. Antes de mais nada seu filho deve consultar um médico para uma avaliação geral, onde ele fará os exames básicos e liberará, ou não, seu filho para a prática de exercícios. Isso é importante pois, em raros casos, a pessoa pode ter alguma disfunção cardíaca ou algum outro problema que possa limitar, ou mesmo impedir, a prática de certos tipos de atividades. Feito isso e estando tudo em ordem, deve-se escolher a academia e o tipo de arte marcial que se deseja. Uma arte marcial é extremamente benéfica para o desenvolvimento do indivíduo, tanto fisica como mentalmente. Além dos benefícios físicos advindos da prática esportiva, uma arte marcial melhora a concentração da pessoa, a sociabilidade, aumenta a auto-confiança, disciplina, organização e senso de responsabilidade. Engana-se que pensa que praticantes de artes marciais gostam de se envolver em confusões. Na grande maioria dos casos, quando o aluno é bem instruído, ele sempre procura evitar confusões, mantendo a calma e o auto-controle. O cuidado essencial que se deve ter na escolha do que se vai praticar é verificar a academia que será frequentada pelo seu filho e o tipo de formação do professor. Muitas vezes acaba-se frequentando uma academia pela proximidade da residência do aluno e facilidade de acesso, nesse caso praticando a arte marcial que ela oferece. Converse com o professor, assista a algumas aulas e certifique-se que o ambiente é propício para seu filho. Quanto a escolha do tipo de arte marcial que será praticada, posso assegurar que, quando bem orientadas, todas são benéficas e contribuirão para a formação de seu garoto, possuindo cada uma certas particularidades que, conforme o caso, podem interferir na sua escolha. Exemplificando, o Karate é, senão a melhor, uma das melhores artes para o incremento da disciplina, auto-confiança e força de vontade. Não existe muito contato de corpo a corpo no Karate, as lutas se desenvolvem com os oponentes em pé, ao contrário do Jiu Jitsu, onde esse contato corpo a corpo é intenso e as lutas se desenvolvem no chão. Outras artes marciais muito conhecidas são o Judo, Taekwondo, Ninjitsu, Muay Thai entre muitas outras. O sistema israelense Krav Maga não é considerado necessariamente uma arte marcial, mas sim um conjunto de técnicas de defesa e ataque para confronto direto de rua, desenvolvidas para combate ao terrorismo. Também tem o seu valor para o desenvolvimento mental do indivíduo. Caso seu filho opte por uma arte marcial e não goste do estilo proposto, deixe-o livre para mudar e experimentar uma outra. Com certeza encontrará uma atividade que combine com ele e que possa contribuir para o seu desenvolvimento.

Seu Link Legal é (aguarde)

10 fevereiro, 2012

Beleza física conta ou o que vale é somente a beleza interior?

Resposta para Fabiana Carla: Fabiana, vamos fazer um exercício para estimular sua imaginação. Imagine um homem muito feio, mas feio ao extremo. Sua pele é cheia de manchas escuras e é muito áspera. Ele já tentou tratamento, mas não conseguiu melhorar a textura de sua pele. O rosto tem muitas depressões causadas pelo excesso de oleosidade, mas ele diz que quem usa creme é só mulher e quer continuar assim. Ele possui apenas alguns dentes na boca, pois vários foram perdidos por conta de uma doença periodontal. Embora esses poucos dentes estejam amolecidos, ele procura sempre cuidar deles para que não caiam. Quatro unhas da mãos foram perdidas por conta de uma micose, mas ele está tratando as outras unhas grossas e amareladas, tentando mantê-las. É, ele andou descuidando da dieta e está muito barrigudo, uma barriga enorme, mas ele diz que pretende entrar numa academia. Seu rosto é muito feio, ele sempre diz que tem vontade de fazer uma cirurgia plástica para corrigir sua boca torta e seus olhos esbugalhados, mas vai acabar desistindo, pois até já se acostumou com sua face, embora sempre que olhem para ele, seus sobrinhos ficam muito assustados. Para complicar tudo, ele tatuou um símbolo nazista na sua testa (está arrependido) e pagou uma nota para bifurcarem sua língua, deixando-a parecida com uma língua de cobra. E ele ainda se gaba de conseguir mover as duas metades de sua língua separadamente. Ainda está tentando, mas pretende beijar alguém para experimentar sua eficácia. Por conta de uma grave seborréia, seu cabelo está caindo, mas ele começou a usar um shampoo de ervas, quem sabe melhora. Seu antigo cãozinho pitbull, que era muito bravo, arrancou mais da metade da sua orelha direita quando ele tentava trocar sua coleira e apertou o bichinho com a fivela, mas até que a cicatriz não ficou muito grossa não. O que ele precisa fazer mesmo é uma cirurgia de correção do seu nariz, que, por estar muito torto, está prejudicando sua respiração. Fuma quatro maços de cigarro por dia, sua mãe sempre reclama do seu hálito nicotínico, que é muito forte, mas ele já disse que parar de fumar não vai não, pois é um dos únicos prazeres que consegue sentir. Sexo é uma coisa que não pratica faz tempo, pois por conta de sua obesidade e de um problema hormonal, ficou impotente. Mas veja bem Fabiana, apesar de tudo isso, ele é uma pessoa muito boa, de um grande coração. Sua beleza interior é algo magnífico. Ele é uma pessoa justa, caridosa, compreensiva, adora fazer carinho e dormir de conchinha, embora ultimamente sua grande barriga esteja dificultando um pouco dormir desse jeito. Recentemente montou um blog para ajudar os moradores de rua, facilitando o recolhimento de cobertores e roupas para os desabrigados. Enfim, ele é um ser de uma inigualável beleza interior e tenho certeza que, pelo que você me contou de você, é a sua alma gêmea mental. Retorno a pergunta que me fez para você mesma. O que vale é somente a beleza interior? Você se casaria com ele?

Seu Link Legal é (aguarde)

08 fevereiro, 2012

Por que existe tanta criminalidade no Brasil e ela só aumenta?

Resposta para José Carlos: Já recebi várias perguntas similares a essa, com todas abordando praticamente o mesmo assunto. Perguntam sobre assaltos, cujo número aumenta cada vez mais, sobre corrupção, que geralmente quando descoberta acaba em pizza, sobre direito de menores de idade poderem cometer assassinatos e praticamente não serem punidos. Realmente a situação está caótica e só tende a piorar. O motivo de tudo isso é que no Brasil não existem leis para coibir a criminalidade. Pelo contrário, as leis aqui tem o triste papel de estimular essa criminalidade, favorecendo o criminoso em todos os aspectos que se possa imaginar. E isso é um grande estímulo para que cada vez um número maior de pessoas ingresse no mundo do crime, para que aqueles que já ingressaram continuem na criminalidade com a confiança plena que, se capturados, serão beneficiados pela lei e, para aqueles que foram pegos e sentiram a ineficiência da lei, retornem para o crime na primeira oportunidade. Leis devem existir para estabelecer punições e essas punições devem ser constituídas de tal forma que inibam completamente a idéia de uma pessoa querer cometer algum tipo de crime. Uma punição só é realmente eficaz quando ela tem essa ação prévia, essa ação de intimidação. Dessa forma o bandido pensará vinte vezes antes de cometer algum crime, pois saberá que, se for pego, o castigo será cruel. Mas aqui no Brasil, o bandido reina, infelizmente. Ele faz o que quiser, mata quem quiser e sabe que, se for pego, terá a seu favor todos os benefícios que a lei brasileira lhe proporciona. Ele sabe que, para ser condenado, terá que passar por um longo processo que, não raro, pode levar até mais de dez anos. Também sabe que, caso seja preso e não consiga fugir, poderá cumprir somente uma pequena parte da pena, logo passando para o regime semi-aberto. Tem muito mais benefícios: Se ele for preso, sua família vai receber o auxílio-reclusão, que é muito mais do que a maioria dos brasileiros ganha com seu trabalho, ele vai ter assistência médica e psicológica, alimentação balanceada, vai contar com todo o apoio e carinho dos grupos de direitos humanos, vai gozar de muitos benefícios, entre eles o direito de poder visitar a família nos feriados, vai aprender um monte de coisas novas na prisão, podendo até receber salário e sair de lá com uma profissão. Isso tudo é somente "se" ele for preso, pois ele pode ficar foragido por vários anos e jamais ser encontrado. Isso tudo vale para os maiores de idade. Menores de idade, se forem pegos, tem ainda mais benefícios, entre eles a plena garantia, estabelecida por lei, de serem bem tratados durante todo o perído de detenção e libertados após completarem a maioridade, com a ficha totalmente limpa, sem nada constar. Com tantas coisas boas assim aqui no Brasil, acho que até eu vou virar criminosa... Se pensarmos bem, as leis aqui no Brasil favorecem mais a pessoa que mata e sua família do que as pessoas de bem. Por que o auxílio-reclusão não é pago para a família do pai que o bandido matou? Não seria mais justo? Mas não é assim que pensam os políticos que fazem e aprovam as leis aqui no país. Infelizmente, olhando para o país de uma maneira muito realista, digo-lhe que as coisas só tendem a piorar. Os juízes adoram soltar bandidos, conceder habeas corpus e negar pedidos de prisão preventiva. Talvez se sintam intimidados em confrontar pessoas tão poderosas, como são os marginais aqui no Brasil. Os poucos casos que vemos onde é aplicado um certo rigor com os esses marginais são os casos para os quais a imprensa e a mídia dão destaque. Uma parcela ínfima, que nem deve ser levada em conta. A realidade é bem diferente e é essa que deve ser considerada. Existem países onde o índice de criminalidade é praticamente ZERO, ou seja, não existe estatística de crime ou corrupção. Sabe por que? Simplesmente porque nesses países existe uma lei descente, existe uma punição severa para o criminoso. E, sabendo disso, nenhuma pesssoa em sã consciência se atreve a cometer algum tipo de crime. É uma questão de simples raciocínio onde a pessoa pondera e chega a fácil conclusão de que o crime não vai compensar. O risco dela ser pega é grande a a punição é severa e dolorida. Bem, aqui no Brasil, as pessoas ponderam também, mas chegam a conclusão de que o crime continua compensando. o risco dela ser pega é pequeno e a punição é um docinho de côco. Sorte dos bandidos, azar o nosso.

Seu Link Legal é (aguarde)